Ano do quinto título de consecutivo de Construtores para a Ferrari, ano do último título de Pilotos para Michael Schumacher. E de que forma aconteceu!

O alemão ganhou 12 das primeiras 13 provas do ano e acabaria o ano com, de facto, 13 triunfos. Rubens Barrichello ganhou outras duas.

Foi um domínio avassalador da Ferrari, que deixou a mais direta perseguidora (BAR-Honda) a 143 pontos de diferença e a sua principal rival, à partida (McLaren-Mercedes), a incríveis 193 pontos.

A forma como a Scuderia dominou esta temporada foi, inclusivamente, desculpa para se entrar com uma revisão do sistema de pontuação – sobretudo porque, para o «acordo de cavalheiros» que geria o lado comercial da Fórmula 1, não queria voltar a ter uma temporada assim.

VER ÉPOCA DE 1996.

Top

Os mais recentes